Foi assim


A noite o ritmo rege, aquece, serve o corpo. A música insinua a crua saudade. Invade cai num abraço apertado, Atado, contado num beijo esperado.

Escondido o silêncio combate, arte do olhar No beijar a contar o esconder do par. Suave natureza, doce falar. Calar contente, jeito meigo de observar.

Tempo a esgotar, chegou o viajar. Lembrar, pensar, quem sabe voltar. Quando lá chegar vai guardar, Roubar o retrato desses momentos a falar.

Conquista da coragem de partir, ir, Mas quando ouvir a canção, vai sentir, lembrar a expressão: Um beijão grande em seu coração!


Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes